Principais tipos de rodovias no Brasil

Conheça a nomenclatura das rodovias e as principais estradas do Brasil para aproveitar suas viagens de carro sem surpresas inesperadas

Viajar sem dúvidas é uma das coisas mais agradáveis que existem, ainda mais quando se está rodando o Brasil dentro de um Onix Automático. No entanto, antes de entrar na máquina e pegar no volante, é fundamental conhecer um pouco sobre a malha rodoviária brasileira.

Isso porque o país tem proporções continentais e, para cobrir todo esse território, existem quase 2 milhões de quilômetros de estradas. É preciso estar ciente do que vai encarar antes de seguir viagem, como os tipos de rodovias, quais as condições de uso delas, pedágios e restrições.

Além disso, conhecer os principais tipos de rodovias, o significado das nomenclaturas e o nome das mais importantes é indispensável para saber o trajeto, a distância e como se localizar em lugares desconhecidos, principalmente nos momentos em que o GPS nos deixa na mão ou não existe nenhum sinal no celular (duas coisas muito comuns de acontecer).

Para que você não fique perdido por aí, vamos te passar um resumão sobre as rodovias do Brasil. Boa leitura!

Uma breve história da integração do Brasil por meio das rodovias

Foi somente ao longo do século XX que aconteceram investimentos significativos na malha rodoviária brasileira. Antes disso, havia poucas rodovias e a maioria era vicinais, sem pavimentação.

Foi no governo de Juscelino Kubitschek que se iniciou uma política robusta para a construção de rodovias, impulsionada pelo processo de industrialização que ocorria no Brasil durante o período, demandando uma rede de transporte articulada que abrangesse todo o território nacional.

Nos anos do regime militar, foi desenvolvido o Programa de Integração Nacional, conhecido como PIN, para manter a política rodoviarista implementada no governo JK. Nesse período, houve um foco na construção de rodovias no Centro-Oeste e em certas regiões amazônicas.

Para suportar toda a demanda de manutenção da gigantesca malha rodoviária brasileira e seus milhões de quilômetros, no início da década de 90 começaram os processos de privatização das estradas no Brasil, que passaram a ser gerenciadas pela iniciativa privada e os custos de manutenção cobertos por meio dos pedágios.

Hoje, o processo de privatização das estradas brasileiras continua para o mesmo objetivo, enquanto o governo prioriza a finalização de outras rodovias e investe em outros meios de transporte, com ênfase principalmente no ferroviário.

Nomenclatura das rodovias brasileiras

A nomenclatura utilizada para classificar as rodovias brasileiras faz uso das siglas federal e estadual seguidas de três caracteres numéricos. Ex: BR-116, SP-304 ou RJ-124.

O primeiro caractere numérico se refere ao tipo de rodovia e os outros 2 à sua numeração. A numeração indica o posicionamento e sentido, como leste e oeste, por exemplo. Veja como funciona:

  • Rodovias Radiais – Tipo: 0, numeração de 0 a 95 (de 5 em 5). Ex: BR-070;
  • Rodovias Longitudinais (norte ao sul) – Tipo: 1, numeração de 00 a 99. Ex: BR-153;
  • Rodovias Transversais (leste ao oeste) – Tipo: 2, numeração de 00 a 99. Ex: BR-262;
  • Rodovias Diagonais – Tipo 3, numeração 00 a 99. Ex: BR-364;
  • Rodovias de Ligação – Tipo 4, numeração 00 a 99. Ex: BR-470.

Principais estradas do Brasil  

Agora que você sabe como começou a integração do Brasil por meio das estradas e conhece a nomenclatura utilizada na classificação das rodovias, vamos te mostrar as principais estradas do país.

  • BR-116: essa é a principal rodovia em todo país. Possui aproximadamente 4500 km, iniciando em Fortaleza (CE) e finalizando em Jaguarão (RS), na divisa com o Uruguai;
  • BR-101: outra estrada que corta o país de norte a sul, com quase 4800 km, começando em Touros-RN e terminando em São José do Norte (RS);
  • BR-381: rodovia de 1200 km, com percurso que se inicia em São Mateus (ES) e termina na cidade de São Paulo (SP);
  • BR-040: rodovia que liga a cidade de Brasília até a capital do Rio de Janeiro;
  • BR-364: estrada diagonal que vai de Limeira, no interior de SP, até o município de Rodrigues Alves (AC).

Pronto, agora você conhece as principais estradas que cortam o Brasil de Norte a Sul, Leste a Oeste e nas diagonais. Preparado para montar seu roteiro, entrar no seu Onix automático e sair de viagem?

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × 2 =