Não jogue fora sua Empresa: 2 motivos para não desistir

Manter uma pequena empresa à tona em tempos econômicos difíceis é um desafio. Infelizmente, não há um manual com todas as instruções para enfrentar essa adversidade. 

Cada empresa, seja ela de automação predial ou de prospecção Industrial, é diferente e carrega seus próprios riscos e sucessos. Ainda assim, existem algumas estratégias gerais que os empresários podem seguir para ajudá-los a não desistir de seus sonhos.

Quer saber tudo a respeito do tema? Então, vem com a gente!

1. Veja o panorama geral

As pessoas tendem a atacar os problemas imediatos sem hesitação e com vigor impressionante. Isso é compreensível e pode fazer sentido para os negócios em algumas situações. 

No entanto, também é aconselhável dar um passo atrás e olhar para o quadro geral. Tudo para que você, como gestor, possa ver o que ainda está funcionando e o que pode precisar ser mudado. Pois, de nada adianta focar-se no marketing de relacionamento, quando o que está errado é o trabalho de administração.

Esta é uma oportunidade de compreender melhor o tamanho e o escopo dos problemas existentes, além de melhorar o modelo de negócios da sua empresa, determinando como seus pontos fortes e fracos entram em jogo.

Quer um exemplo? 

Suponha que um proprietário de uma pequena empresa descubra que dois funcionários estão cometendo erros consistentemente com o estoque. Estes, fazem com que certos suprimentos fiquem em excesso ou em falta. 

Embora uma reação inicial possa ser demiti-los, pense e veja se não é mais sensato examinar se o gerente que os contratou e os supervisionou fez estes processos adequadamente.

Se o gerente for o culpado, essa pessoa pode sair do quadro de funcionários, mas essa pode não ser a melhor abordagem. Se o relacionamento do gerente com a clientela existente tiver um histórico de trazer negócios repetidos e receita substancial, provavelmente é alguém que você gostaria de manter. 

A reciclagem pode ser uma alternativa melhor do que qualquer outro exemplo negativo.

2. Faça um inventário de sua equipe

A folha de pagamento é, muitas vezes, um dos principais custos que um empresário tem. Portanto, fazer com que o dinheiro seja bem gasto faz todo sentido. 

Isso pode envolver uma revisão completa da equipe, antes que surja um problema, para garantir que as pessoas certas estejam fazendo seu trabalho com eficiência. Tem um marketplace e acha que isso não se encaixa neste nicho? Está redondamente enganado.

Tanto os proprietários de pequenas empresas quanto as grandes corporações tendem a ser sensatos e cometerem erros quando contratam os trabalhadores mais baratos. Às vezes, a produtividade desses trabalhadores pode não agradar. 

Contratar alguém que custa 20% a mais do que o trabalhador médio, mas trabalha 40% a mais, faz sentido, principalmente durante os períodos de crise. 

Ao buscar currículos e entrevistas de novas pessoas, os empresários podem fazer alterações em seus times para aumentar o nível de entrega.

Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado comente e compartilhe em suas redes sociais.
Este conteúdo foi produzido pela equipe Soluções Industriais.

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezenove + 6 =