Moradia precária tem ligação à poluição no Brasil; veja os números

40% dos municípios do Brasil não possuem saneamento básico, o que intensifica a poluição de rios e mares

A Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que há grandes diferenças entre as regiões do Brasil quando o assunto é saneamento básico. Enquanto o Sudeste conta com até mais que 90% de municípios com condições decentes, a região Norte apresenta por volta de 15% com saneamento básico adequado. No geral, quase 40% dos municípios do Brasil não possuem serviço de esgotamento sanitário. 

O país conta com mais de 30 milhões de residências sem o serviço de esgotamento sanitário. É de suma importância o investimento em saneamento básico. Quanto maior a oferta de tratamento de esgoto, menos é preciso arcar com as consequências, como gastos com a saúde da população. A qualidade de vida das pessoas depende desse serviço ser ofertado em sua região.

A falta de saneamento básico é um grave problema, com consequências também no meio ambiente. Esses danos ambientais também prejudicam a população local, como é o caso da poluição das águas. O Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) aponta que nem toda a população tem acesso à rede de água, com pouco mais de 80%, e coleta de esgoto, com pouco mais de 50% da população.

A falta de acesso à água limpa, por exemplo, faz com que as pessoas acabem ingerindo água contaminada. Isso pode levar a numerosas doenças. Quem mais sofre são as crianças, que são mais vulneráveis. O governo tem então arcado com tratamentos de saúde múltiplos, que poderiam ser evitados.

O impacto ambiental atinge várias frentes com o despejo de esgoto em lugares impróprios. O material polui tanto o solo quanto os lençóis freáticos, além da água já citada. O dano causado pode afetar a agricultura, por exemplo, e disseminar doenças para outras pessoas.

De acordo com a Organização SOS Mata Atlântica, quase 25% dos rios do Brasil têm água com qualidade ruim ou péssima. Isso faz com que essa água não possa ser utilizada para o consumo ou até mesmo para a irrigação. Caso seja usada, pode causar problemas de saúde.

O saneamento básico é um direito do cidadão incluído na Constituição Federal. Todos os domicílios brasileiros deveriam ter acesso a esse serviço. Quem entra em um leilão de casa ou compra um imóvel deveria ter a garantia de que estejam sempre ligados à rede de distribuição de água e esgoto. É importante que todos saibam de seus direitos e que este não é um grande favor a ser feito. A população pode ajudar a mudar esse cenário cobrando seus governantes. Há também atitudes no dia a dia que podem contribuir com a melhora da qualidade de vida para todos, como economia de água e evitar jogar lixo nas ruas, que acaba em bueiros.

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 − dois =