Maus hábitos dos motoristas que levam ao desgaste do carro

Muitas pessoas acreditam que a quilometragem tem o maior impacto na condição técnica de um carro. Entretanto, a questão mais importante neste caso é a forma como o veículo é utilizado. Os motoristas costumam cometer erros básicos na operação, que levam a um “desgaste” mais rápido do carro.

Dirigir muito rápido

Condução rápida, aceleração e frenagem bruscas podem danificar seu veículo em pouco tempo, pois os componentes individuais são mais propensos a falhas se você dirigir de forma descuidada. Dirigir em buracos e dirigir em alta velocidade em estradas com piso ruim, por sua vez, afeta principalmente o desgaste mais rápido da suspensão, sistema de freio e pneus .

Um erro comum que muitos motoristas cometem é colocar o motor em alta velocidade assim que o veículo é acionado. Esta é uma prática muito perigosa, pois a unidade de energia leva tempo para aquecer. O óleo também precisa de alguns instantes para chegar a todas as partes do acionamento. A condução agressiva com o motor frio pode desgastá-lo muito rapidamente.

Deixar o pé na embreagem

Outro mau hábito para alguns motoristas é manter a perna esquerda sobre a embreagem.. Mesmo não colocando muito peso no pé, isso pode contribuir para seu rápido desgaste.

A necessidade de substituir uma embreagem quebrada está associada a despesas consideráveis ​​para o motorista. O novo conjunto, dependendo do modelo do veículo, pode custar bem caro! 

Manter a mão na alavanca de câmbio

Manter a mão na alavanca de câmbio é outro costume que pode sair caro.

É óbvio que nem todos os motoristas estão acostumados a ter as duas mãos no volante durante toda a viagem. No entanto, a alavanca de câmbio definitivamente não é um bom lugar para colocar a mão, pois a pressão prolongada pode danificar alguns componentes de mudança de marcha. Além disso, como no caso da embreagem, o motorista, que está com a mão na caixa de câmbio, movimenta a alavanca o tempo todo inconscientemente.

Isso pode danificar o seletor, possivelmente emperrando com o tempo e dificultando cada vez mais as mudanças. Outro componente propenso a falhas são os sincronizadores. Seus danos podem resultar no aparecimento de um esmerilhamento característico ao trocar de marcha ou até mesmo perder a marcha durante a condução, e isso, é claro, pode levar a situações perigosas na estrada.

Andar na reserva

Os preços atuais do combustível nos postos estão bastante altos, mas o carro tem que ser reabastecido. A condução frequente na reserva pode resultar em uma falha grave do veículo. Muitos mecânicos acreditam que, se quisermos evitar grandes reparos, não devemos deixar o indicador que significa tanque de combustível vazio acender.

A direção  frequente na reserva – independentemente do tipo de motor e da idade do carro – pode, por exemplo, resultar na contaminação do sistema de combustível e na falha da bomba de combustível.
Outra dica importante é deixar sempre em dia o seu seguro ou associação veicular. Assim evitará gastos e estresses desnecessários e poderá contar com ajuda quando precisar.

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

doze − 5 =