Como fazer o melhor onboarding para novos colaboradores?

Processo ajuda na integração dos novos colaboradores e no alinhamento com os valores da empresa. Veja dicas para conquistar de vez seu novo funcionário

A adaptação de um novo colaborador à empresa nem sempre é fácil, mas alguns processos de integração podem fazer toda a diferença. O onboarding nada mais é do que isso: receber  bem o profissional para que sua chegada seja o mais positiva possível junto à equipe.

E isso vai desde organizar documentos até oferecer objetos de trabalho úteis e de qualidade. Saiba mais sobre o que é o onboarding e por que é tão importante para as empresas!

O que é onboarding e por que é tão importante

O termo onboarding pode assustar, mas nada mais é do que a socialização organizacional de um novo colaborador. Basicamente, fazer sua integração à empresa e à equipe da melhor maneira possível, contribuindo para que a relação entre as pessoas se dê de maneira positiva. 

Dentro desse processo, várias medidas podem ser tomadas para ajudar o novo colaborador a se adaptar. Por isso, realizar um bom onboarding com ele faz toda a diferença no dia a dia, evita estresses desnecessários e ajuda na boa convivência como um todo. Dessa forma, os principais objetivos de pensar em um bom onboarding são: 

  • integrar totalmente o novo colaborador;
  • preparar a equipe para a chegada desse novo colaborador; 
  • alinhar perspectivas com quem está chegando;
  • apresentar as diretrizes da empresa;
  • mostrar a organização da empresa, assim como principais nomes;
  • oferecer o suporte necessário para a adaptação; entre outros. 

O onboarding geralmente é realizado pela equipe de recrutamento e RH, mas nada impede que outras pessoas estejam envolvidas diretamente, como lideranças e parceiros diretos de trabalho. 

Por que é tão importante

O objetivo, de maneira geral, é sempre contribuir com a adaptação de todas as partes, o que também auxilia na retenção desse profissional. Mas outro ponto muito importante é a humanização da empresa. 

Uma companhia humanizada é aquela que valoriza seus profissionais, seus conhecimentos e sua presença conquistada naquele ambiente. Por isso, o onboarding precisa, acima de tudo, mostrar que a empresa se importa com aquele novo colaborador e que acredita de fato que ele pode agregar no trabalho. Alguns outros benefícios também podem ser observados:

  • mais engajamento;
  • propostas e ideias mais alinhadas à empresa;
  • maior crescimento e produtividade;
  • retenção de talentos a longo prazo;
  • criação de uma cultura mais positiva na empresa;
  • imagem mais atrativa da empresa para outros profissionais.

7 dicas para fazer o melhor onboarding

Como foi visto, o onboarding é um processo construído aos poucos. Por isso, é preciso ter atenção em várias etapas para fomentar esse bom relacionamento e o alinhamento com o novo colaborador. Veja algumas dicas!

  1. Entrevista clara e explicativa

O processo de onboarding começa ainda no recrutamento. Isso porque é ali que é possível notar se o candidato tem afinidade com o que a empresa precisa e com seus valores. Por isso, fazer uma entrevista clara e explicativa aproxima e tranquiliza o candidato, começando uma relação desde esse momento. 

  1. Compartilhe um cronograma

Não deixe o candidato sem notícias sobre a vaga. Criar um cronograma, com datas de respostas ou de atividades, é essencial para ele se sentir seguro e ter sua melhor performance e também para entender o funcionamento e a organização da empresa. 

  1. Prepare tudo para a chegada 

Sabendo o dia de início desse novo colaborador, deixe tudo preparado para recebê-lo. Papéis a assinar, contratos a ler, documentos para levar… Ter tudo isso pronto para a chegada demonstra preocupação e organização por parte da empresa. 

  1. Valorize a chegada do novo colaborador

Nada pior para um novo colaborador do que chegar em um dia muito cheio no escritório ou não ser recebido de maneira simpática pelos outros. Por isso, é sempre importante se atentar às datas e evitar aqueles dias mais caóticos do escritório.

Outra ideia muito interessante é marcar realmente um pequeno evento para recebê-lo trazendo as novas pessoas da equipe para conhecê-lo melhor, com todos focados apenas nisso. 

  1. Faça um tour geral da empresa 

Conhecer a empresa na qual trabalha é essencial e isso vai desde saber o caminho para o banheiro até saber para quem pedir ajuda ou quem é o responsável pelo setor em que trabalha. Assim, o passo é essencial e não pode ser deixado de lado. 

  1. Presenteie-o com itens de escritório

Quem não gosta de receber presentinhos, não é mesmo? Oferecer itens de escritório é um passo que chama a atenção e demonstra preocupação com o novo colaborador. Muitas empresas fazem kits personalizados, com cores que remetem à companhia ou até com o nome do colaborador. É algo que todos gostam de receber. 

  1. Prepare um local específico para ele

Chegar em uma nova empresa e ter um lugar provisório pode passar a impressão que a empresa não precisa muito de você ou que não te valoriza como profissional. Por isso, verifique o local em que o novo funcionário irá ficar, se os itens estão bons para uso e as mudanças a serem feitas, caso seja necessário. O colaborador se sentirá mais valorizado e pronto para colocar as mãos na massa!

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × cinco =