Alunos da rede municipal do Guarujá terão aulas de empreendedorismo

Focar no desenvolvimento empreendedor gera perspectiva de oportunidade empresarial, valorização humana e ambiental

Muito se fala sobre empreendedorismo, porém ainda há muitas dúvidas sobre o tema; para tanto, podemos entender melhor este conceito, que expandiu-se no mundo todo e passou a fazer parte do vocabulário de pessoas de todas as idades.

Define-se empreendedorismo como a capacidade de a pessoa identificar problemas e oportunidades, desenvolver soluções e investir recursos em algo criativo e positivo para a sociedade, com a ideia de proatividade e inovação, impactando e transformando a rotina diária das pessoas.

O empreendedorismo se fortaleceu muito na pandemia do Covid-19, principalmente porque as pessoas precisaram se reinventar para manter sua vida econômica equilibrada, já que muitas empresas encerraram suas atividades; com isso, impulsionou-se a criatividade e a oportunidade de uma nova perspectiva profissional e financeira.

Tanto é que o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) recomenda e incentiva a educação empreendedora, independentemente da idade, para que assim ocorra estímulo nas atitudes proativas e oportunidade para o microempresário.

Diante deste desafio, o prefeito Válter Suman, da cidade litorânea do Guarujá, no estado de São Paulo, durante o evento da Jornada Empreendedora, assinou, no dia 08 de novembro de 2022, juntamente do Sebrae, uma carta de intenção que propõe a inclusão da disciplina de empreendedorismo para os alunos da rede pública de ensino municipal no currículo escolar, a partir do ano letivo de 2023.

O prefeito destacou que a ação da Jornada Empreendedora, através de palestras, oficinas e workshops, tem um papel motivador para crianças e adolescentes, pois a ação empreendedora é uma opção de carreira, principalmente se o acesso ao conteúdo é ministrado desde cedo, assim como também é uma forma de visualizar o futuro, além das oportunidades dentro do município.

Neste contexto, o analista Leonardo Abreu, responsável pela área de Projetos e Negócios do Sebrae Baixada Santista, ressaltou que mais de 12 mil atendimentos foram realizados em 5 anos, e ainda destacou: “Quando a gente quer alguma coisa de verdade, a gente mete o pé e faz acontecer. É preciso abraçar as oportunidades”.

O ensino de empreendedorismo deve focar no desenvolvimento do estudante como protagonista de sua história, comprometendo-se com o desenvolvimento e a sustentabilidade da comunidade em que vive.

Assim como aprender a trabalhar em equipe, planejar negócios e marketing, obter conhecimentos na área de gestão financeira, como a emissão de Danfe simplificado, além de outros documentos importantes para gerenciar seu negócio. Desta forma, aprender a empreender é evoluir para uma vida de qualidade e sucesso.

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =