O que é sistema ERP e por que usar ele para escalonar os seus negócios no e-commerce?

Toda empresa tende a buscar a expansão no mercado em que atua, desde que entenda o que é sistema ERP (Enterprise Resourcing Planning) e como esse tipo de investimento pode ajudar em metas e objetivos, além de reduzir custos significativos. 

Nesse sentido, a implementação antecipada de um sistema ERP, ou seja, um planejamento de recursos empresariais para e-commerce, é altamente recomendável, principalmente porque o investimento inicial não é tão alto quando comparado às vantagens que traz no longo prazo.

No entanto, nem todos os ERPs são iguais, nem todas as lojas online exigem as mesmas ferramentas, e mesmo o processo para abertura de empresa Simples Nacional é diferente para cada uma.

É por isso que ter as informações suficientes é fundamental para fazer a implementação de um sistema adequado.

Dessa maneira, é preciso saber mais sobre o que é sistema ERP, e qual melhor funciona para cada tipo de negócio voltado para o comércio eletrônico.

O que é um sistema ERP?

Enterprise Resource Planning, também conhecido como sistemas ERP, são sistemas de gestão que monitoram todas as atividades de um negócio. 

Eles também servem como bancos de dados para todos os departamentos e funcionários com acesso concedido. 

Graças aos ERPs, as empresas formalizadas como agência de intercâmbio em SP, e de outros setores, podem centralizar as informações e acelerar os processos internos sem envolver vários membros da equipe, ou seja, tudo pode estar disponível para todos simultaneamente.

Esse tipo de ferramenta integra diversas funcionalidades para automatizar diversos processos, entre os quais:

  • Atendimento;
  • Finanças;
  • Logística;
  • Marketing;
  • Pós-venda;
  • Vendas.

Caso seja necessário também é possível adicionar módulos para expandir ainda mais as funcionalidades. Dessa forma, o ERP se transforma em um hub de atividades e informações.

Os diferentes tipos de ERP disponíveis

Cada sistema ERP oferece um modelo diferente para se adequar melhor às necessidades de cada organização. 

A seguir estão 4 modelos e as principais diferenças entre eles:

1. ERP no local

Uma empresa de assessoria trabalhista executa o software no servidor e assume toda a responsabilidade, incluindo segurança, manutenção, upgrades, patches, entre outros serviços. 

A manutenção dos sistemas ERP geralmente é feita por pessoal técnico altamente qualificado e com alto custo.

2. ERP baseado em nuvem

No caso do ERP em nuvem a empresa contrata um servidor remoto de terceiros e instala o sistema.

Por conta disso, pode ser acessado remotamente, a partir de um navegador de internet, aumentando a flexibilidade de trabalho.

3. Sistema ERP híbrido

O ERP híbrido é uma combinação das duas formas listadas acima. 

Nesse modelo, uma empresa administradora de condomínio pode instalar o sistema em servidores na matriz e realizar armazenamento em nuvem para escritórios em algumas áreas externas. 

É importante observar que o sistema em nuvem sempre precisa de uma conexão estável com o sistema do servidor interno.

4. ERP de código aberto

O ERP de código aberto requer pessoal técnico altamente qualificado para instalar e personalizar. 

O código-fonte aberto é gratuito, mas exige que as empresas cuidem de tudo, desde as configurações do servidor até a configuração do sistema. 

É importante se atentar que o suporte do provedor será mínimo.

Por que implementar um sistema ERP?

O planejamento de recursos empresariais não é apenas para funções de trabalho internas. Integrar um sistema ERP ao e-commerce pode tornar o gerenciamento de trabalho voltado para o cliente muito mais fácil e confiável, por meio de automação e atualizações em tempo real. 

Para as empresas que vendem produtos online, usar o sistema ERP pode ajudar a gerenciar os fluxos de receitas de maneira mais eficiente, principalmente voltado a pontos específicos.

  1. Níveis de estoque

Um dos aspectos mais frustrantes do comércio online para empresas e clientes é a incapacidade de gerenciar o estoque. 

À medida que os clientes recebem pedidos, qualquer sistema que não se conecta ao estoque é criado para resultar em problemas. 

Por isso é preciso integrar o ERP com todo o e-commerce, pois assim o sistema rastreia compras e compara com o inventário em tempo real.

Isso permite que a empresa informe imediatamente os clientes se um produto está esgotado, protegendo a reputação junto ao mercado consumidor.

  1. Receita em tempo real

Com o sistema ERP é possível atualizar os números de vendas automaticamente, sem precisar produzir os relatórios de receita de forma manual. 

O setor financeiro pode simplesmente executar um relatório para um determinado período de tempo e, dessa forma, determinar a receita a qualquer momento. 

A automação traz as informações com mais rapidez e precisão, pois elimina o risco de relatórios perdidos que uma compilação manual cria. 

Além disso, para o setor financeiro, em conjunto com executivos, pode auxiliar a relatar e planejar a expansão comercial, tendo a confiança em reunir todas as informações atuais disponíveis a qualquer momento.

3. Atualizações automatizadas de clientes

Além de ajudar a manter o controle das informações, o sistema ERP permite que os clientes mantenham-se atualizados sobre o status de pedidos. 

Quando um e-commerce automatiza as atualizações do cliente, a empresa mantém os consumidores mais ansiosos e satisfeitos, o que permite liberar a equipe de atendimento ao cliente para lidar com problemas reais em vez de responder a perguntas sobre o status do pedido.

Seguindo esse caminho, toda a empresa pode trabalhar com mais precisão, principalmente proporcionando uma redução do número desconhecido de chamadas que se pode ter que atender.

4. Escale para a demanda

Finalmente, automatizar mais funções de e-commerce em uma organização permite que se aumente e diminua a demanda do cliente sem grandes flutuações dentro da equipe de trabalho. 

O sistema ERP funciona igualmente bem em diferentes níveis de demanda, para que o empreendedor possa ajustar, de forma adequada e eficaz, sem sobrecarregar os recursos disponíveis.

Benefícios quanto a implementação do sistema ERP

A partir dos recursos listados acima, é possível estabelecer diversos benefícios para qualquer negócio voltado para o setor de e-commerce. 

A seguir estão alguns dos benefícios mais citados do sistema ERP.

  1. Redução de custos de estoque 

O ERP garante que as vendas pela internet apareçam imediatamente nos sistemas, o que atualiza o estoque em tempo real. 

Isso significa que nenhum produto é vendido em excesso, além de tornar possível obter informações mais precisas sobre as vendas. 

Consequentemente, consegue-se planejar os pedidos junto aos fornecedores, evitando excessos e permitindo economizar capital direcionado ao estoque.

  1. Menor tempo na gestão de diferentes plataformas 

O sistema ERP voltado para o e-commerce permite agilizar as plataformas, acessando os dados mais essenciais em uma única interface.

  1. Reduz o erro humano 

Ao integrar uma vitrine de comércio eletrônico com sistemas de pagamento e informações de envio via motoboy SP Zona Sul, a empresa pode eliminar a necessidade de reinserir dados. 

Isso reduz a redundância e remove o máximo de envolvimento humano possível, diminuindo, dessa forma, o erro humano. 

  1. Menos custos operacionais 

O sistema ERP oferece dados em tempo real, permitindo que os clientes visualizem os pedidos, rastreiem remessas e continuem comprando com números de estoque precisos. 

Esses dados reduzem os erros de estoque e os produtos com pedidos pendentes, além de diminuir os custos operacionais gerais. 

  1. Torna as equipes internas mais produtivas 

Os sistemas integrados de ERP permitem que toda equipe adote uma abordagem mais livre para muitas tarefas cotidianas. 

Ao simplificar e automatizar pedidos e envios pela internet, a empresa que presta manutenção hidráulica predial precisa de menos pessoas envolvidas no processo de vendas. 

O usuário de ERP de back office pode rastrear instantaneamente o novo pedido e iniciar o processamento, tudo sem a necessidade de entrada manual de dados. 

  1. Gera clientes mais satisfeitos 

Sem os consumidores, uma empresa não tem nada. Portanto, é preciso priorizar a satisfação do cliente da maneira que puder, e isso inclui oferecer a eles uma ótima experiência de e-commerce e enviar os itens com rapidez e precisão. 

Os sistemas ERP fornecem aos clientes todas as informações de produtos, além de detalhes de rastreamento de pedidos de que precisam, melhorando a satisfação. 

  1. Oferece aos clientes mais opções de envio 

O sistema ERP integrado pode permitir que os compradores escolham as opções de envio preferidas, incluindo custos, prazos de entrega e manuseio. 

Também torna o envio dividido em um complexo muito mais simples, permitindo que a logística possa ser direcionada para vários endereços globais, com diferentes métodos de transporte. 

  1. Maior confiança na marca 

Quando os clientes confiam em uma empresas de energia solar na Bahia, eles se tornam embaixadores da marca e a defendem para amigos e familiares. 

No entanto, quando alguém promete algo a eles e não cumpre, logo perdem a fé, de uma forma geral.

A integração do sistema ERP fornece informações precisas, transparência em todas as etapas do processo de compra e uma sensação renovada de confiança no que a marca tem a oferecer. 

Conclusão

O sistema ERP pode ser a resposta para uma empresa de consultoria contábil que oferece um serviço de e-commerce, bem como qualquer outro empreendimento que atua no online e deseja crescer, alcançar esse objetivo.

O sistema de comércio eletrônico pode ser perfeitamente integrado a uma solução ERP contemporânea baseada em nuvem para vincular os processos, procedimentos e dados, resultando em uma empresa mais eficiente e bem-sucedida.Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × 4 =