Diferença entre público alvo e persona: Trace o perfil certo para o seu negócio

A vida de um empreendedor, e da empresa em si, tende a se transformar quando fica mais perceptível a diferença entre público alvo e persona, e como isso faz sentido quando aplicado em uma campanha de marketing.

Se você é um empreendedor e está inserido no mundo dos negócios, antes de começar a comercializar seus produtos ou oferecer seus serviços, é preciso descobrir para quem pode oferecer.

Fazer a divulgação de uma marca, e tudo que envolve uma campanha de marketing, não pode ser feito de maneira aleatória. 

É preciso desenvolver um planejamento estratégico, com táticas e técnicas específicas, levando em consideração que o orçamento dedicado para o marketing nem sempre é o suficiente. E piora se não saber que há uma grande diferença entre público-alvo e persona.

Para economizar o orçamento dedicado à publicidade, e ter um ROI (Return Over Investment), ou seja, um retorno sobre investimento satisfatório, é preciso descobrir quem pode ser seu público e quem tem maior probabilidade de comprar seu produto ou contratar seu serviço.

Ao traçar o público-alvo ideal de uma clínica médica que oferece serviços especializados em cirurgia de vesícula, você pode diferenciar entre os dois termos “público-alvo” e “buyer persona”, ou seja, a persona do comprador.

Mesmo que esses dois termos pareçam semelhantes, há uma diferença tênue entre os ambos que traz um impacto significativo para qualquer tipo de negócio, inclusive o seu próprio.

O que é um público-alvo?

Um público- alvo é uma visão geral da base de clientes de uma empresa. Geralmente inclui informações sobre:

  • Gênero;
  • Idade;
  • Personalidade;
  • Renda.

É importante alcançar o maior número de pessoas possível, e por isso é importante que você concentre sua atenção no grupo demográfico que tenha interesse em sobre cirurgia de catarata preço do procedimento, e outros assuntos relacionados.

Além do interesse no produto, é preciso que o interessado veja que entre a concorrência e você ele tenha maior probabilidade de se interessar por seu serviço.

Uma forma de saber mais sobre seu público-alvo seria oferecer uma oferta em troca de seus clientes preencherem um formulário de coleta de dados. 

Isso pode ser 10% de desconto na próxima compra, e tudo o que você fez foi pagar um pequeno preço por algumas informações extremamente valiosas. 

Com essa prática de pesquisa de mercado, você pode aprender coisas como a idade média, as ocupações e as localizações geográficas de seus consumidores, para citar apenas alguns.

Para que as pessoas sejam atraídas pelo seu produto ou serviço, elas devem se relacionar com a mensagem e o tom que você está divulgando. Criar uma conexão pessoal com seus clientes e construir confiança ao chegar ao nível deles é o que vai gerar esse lucro.

O que é uma buyer persona?

As buyer personas, ou personas do comprador, diferem do público-alvo, pois são muito mais focadas e com características específicas de um consumidor da marca.

Enquanto um público-alvo define um grupo de clientes que precisa de uma churrasqueira pré moldada, uma persona de comprador se aproxima para observar membros específicos desse grupo.

Esses retratos ampliados são arquétipos de clientes individuais. Você pode usá-los para obter informações sobre o processo de compra de seus clientes. Isso vai ajudar a determinar como sua empresa pode comercializar para os diferentes tipos de pessoas, de uma maneira eficaz.

Uma ótima maneira de distinguir suas personas é criar um nome alternativo que descreva cada uma, como Mário, Antonio, Helena ou Sônia. Isso tornará cada persona mais fácil de lembrar quando os funcionários pensarem nelas no futuro .

Cada persona do comprador deve incluir seções sobre o histórico da pessoa, identificadores, objetivos e desafios e como sua empresa pode ajudar, como características pontuais, como:

Aqui está uma versão curta de como é uma persona de comprador:

  • Antecedentes;
  • Dados demográficos;
  • Desafios;
  • Identificadores emocionais;
  • Nome;
  • Objetivos.

Como é possível perceber, a persona do comprador fornece insights pessoais e específicos. Ele permite que o profissional de marketing entenda os clientes da maneira como eles se veem, possibilitando até mesmo a distribuição de brindes personalizados em eventos.

Com essa ferramenta, você e sua equipe de marketing têm um guia de referência útil para entender cada subconjunto de sua base de clientes. 

Isso permite que você fale com pessoas específicas por meio do marketing, em vez de um público geral. Como resultado, suas taxas de engajamento e conversão provavelmente melhorarão com o tempo.

A relação entre o público-alvo e as personas

Antes que as personas do comprador se tornassem populares, o público-alvo era a principal ferramenta para entender uma base de clientes.

No entanto, à medida que as personas do comprador surgiram, o público-alvo assumiu um papel secundário, levando muitos a perguntar: 

“As personas do comprador substituíram o público-alvo?” A resposta é: não.

Embora as personas do comprador sejam mais populares do que o público-alvo, elas não devem substituí-las. Em vez disso, os dois devem trabalhar em conjunto dentro de um plano de marketing.

Pense no público-alvo que busca por um projeto elétrico residencial como seu primeiro passo. Ao criá-lo, você reduz o conjunto geral de compradores em potencial a um grupo mais gerenciável. 

A partir daí, você cria personas de comprador para segmentar ainda mais esse grupo.

Como resultado desse processo, você terá o público-alvo para mostrar sua base geral. Você também terá suas personas de clientes para ajudá-lo a alcançar os nichos dessa base.

É preciso destacar que nem sempre há tempo hábil ou recursos para criar personas de comprador. Nesse caso, um público-alvo faz um substituto decente nesse meio tempo, fornecendo pelo menos algum nível de insights.

Usando persona para comunicação bem-sucedida

Quanto melhor você conhecer o mercado em que está envolvido, mais fácil será responder a perguntas que se sucedem consequentemente, e assim criar personas eficazes para o público-alvo. 

Ainda assim, depois de criá-los, eles não são, de forma alguma, um produto acabado. As personas devem evoluir à medida que você constrói seu conhecimento para aprimorar sua compreensão de um segmento de público específico.

Depois de desenvolver uma persona para cada um dos segmentos de seu público, ela pode ser usada para aplicação da sua estratégia de marketing e comunicação

Teste seu conteúdo em relação a cada persona para verificar se realmente ressoa com eles. Você pode mostrar que entende as metas e os pontos problemáticos de seus clientes em potencial e apresentar sua proposta de valor para o cliente da melhor maneira possível.

Se as restrições de tempo e dinheiro limitarem sua atividade de marketing atual, pode ser difícil alcançar cada um dos segmentos de seu público de uma só vez. 

Pode ser uma boa ideia focar em uma persona de cada vez, adaptando seu conteúdo voltado para clientes de escritório contábil com mensagens direcionadas a características específicas do público.

Fundamentalmente, quanto mais seu público sentir que você os entende, mais engajados e interessados ​​eles estarão nas coisas que você está dizendo.

As vantagens dos públicos-alvo e personas

Sabemos que você deseja aumentar as vendas da sua empresa. O marketing tradicional, ou focado apenas no digital, não o ajudará a atingir esse objetivo. 

Em vez disso, você precisa de um público-alvo e de personas de compradores para falar diretamente com as pessoas com maior probabilidade de comprar spray drying para uma linha de produção industrial ou serviços para o setor.

O público-alvo e as personas do comprador também podem melhorar sua empresa a construir confiança e lealdade, pois as pessoas tendem a apoiar marcas que falam diretamente quanto às necessidades e resoluções apresentadas quantos aos anseios e desejos.

Outra vantagem está na capacidade de atrair leads mais valiosos. Isso significa que é possível concentrar-se nos tipos de pessoas que tendem a gostar do seu negócio, o que evitará que você desperdice dinheiro com clientes em potencial irrelevantes.

Uma vantagem que serve para estratégias de inbound marketing, ou marketing de atração é que, a partir da compreensão sobre a diferença entre público-alvo e persona de comprador, é perceptível o aumento da simpatia pela marca. 

Afinal, ao se comunicar pessoalmente com os clientes, você tornará sua marca mais agradável, o que pode aumentar as referências.

Claramente, criar personas de compradores e públicos-alvo é um investimento que vale a pena, mesmo para um centro de usinagem, pois pode gerar leads valiosos e clientes ao longo da vida.

Direcione suas mensagens para eles, entretanto, é preciso se lembrar, sempre,  que leva tempo atingir seu público-alvo e as personas do comprador, mas com as estratégias certas, é possível chegar aos objetivos traçados. 

Conclusão

Divulgar para um milhares de pessoas não é fácil, e você tem que se esforçar todos os dias para chegar lá. 

Agora que se sabe a diferença entre público-alvo e persona de comprador, fica mais fácil desenvolver um planejamento de marketing abrangente e direcionado.

Além disso, não é uma tarefa única, mas uma maratona em que você precisa ser consistente com sua otimização, criação de conteúdo e técnicas de marketing para se manter relevante para os clientes em potencial, seja um público-alvo geral ou uma persona de comprador específica. Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezesseis − 1 =