Como é feito o alumínio

Você já parou para pensar como é feito o alumínio? Sabemos que ele está presente no nosso cotidiano, e é utilizado por diversas indústrias.

Mas, como é que ele chega até nós, como ele se transforma em matéria-prima para produção de equipamentos na área de saúde, automobilística ou de construção civil?

Nesse texto vamos apresentar os processos de como é feito o alumínio, a partir de uma breve explicação do que ele é, sua história e a sua importância no dia a dia de milhares de pessoas.

Confira abaixo como ele é produzido e o motivo dele ser um elemento essencial para o funcionamento da sociedade.

O que é, e como é feito o alumínio?

O alumínio (Al), é um metal leve, prateado e resistente que possui ponto de fusão 660°, e uma densidade de aproximadamente 2, 75 cm³.

Além da resistência a corrosão, esse metal é maleável, o que torna possível a utilização dele em inúmeros setores industriais.

Além disso, ele é um ótimo condutor de calor, o que o torna uma ótima matéria-prima para a fabricação de panelas.

Ele pode ser utilizado na aviação, fabricação de embalagens, construção civil, fabricação de automóveis e barcos, utensílios domésticos entre outros usos.

Além disso, é possível ser reciclado, o que ajuda bastante a aumentar a vida útil desse metal, além de contribuir para a proteção do meio ambiente.

História

Por mais que o alumínio possa ser encontrado em cerca de 8,1% da crosta terrestre, é muito raro que ele seja encontrado de forma livre.

Existe registros de que o alumínio foi utilizado por povos antigos, como o povo da Roma Antiga, mas somente em 1827 que esse metal foi isolado pelo químico Friedrich Wöhler.

Ele só começou a ser utilizado pelas indústrias no fim do século XIX, isso porque o isolamento do mesmo era complexo.

Com o avanço dos processos de extração e produção do alumínio, ele foi se tornando um metal bastante utilizado na indústria principalmente pelo fato que o processo de extração se tornou simples.

Um processo de extração e produção fácil, que consequentemente torna esse metal barato, além da possibilidade de reciclagem, tornou o alumínio um dos metais mais utilizado em inúmeros setores industriais.

Como é feito o Alumínio?

Como é feito o alumínio? O alumínio começa a ser produzido a partir da matéria-prima bauxita, que é uma rocha formada na sua maioria por um elemento chamado dióxido de alumínio (Al2O3).

Além do dióxido de alumínio que está presente em grandes quantidades na bauxita, ela também pode ter em poucas quantidades na sua composição, elementos como: silicato de alumínio, óxidos de ferro e sílica.

Essa rocha chamada bauxita está presente em abundância na natureza, sendo o terceiro elemento com maior concentração no planeta.

A sua extração em grande maioria tem como o objetivo obter o dióxido de alumínio que é utilizado para evitar a rápida corrosão de cerâmicas.

Já a extração de alumínio a partir da rocha bauxita é feita através de algumas etapas que veremos a seguir.

Mineração

Podemos afirmar que a maior concentração dessa rocha chamada bauxita está situada na superfície da terra.

Sendo assim, sua mineração não é muito complexa, uma vez que somente é preciso fazer remoções simples de sobrecarga.

Dessa forma, para fazer a mineração, os pedaços dessa rocha são desenterrados com a ajuda de algumas escavadeiras, e o minério é transportado através de caminhões ou através de um meio de transporte de materiais a granel chamado correia transportadora.

Esse transporte é feito até uma usina voltada para o processamento, onde esse minério será moído para que o manuseio seja mais fácil.

Normalmente essas usinas de processamento e refino estão localizadas pertos das minas de bauxita para reduzir os custos com o transporte do minério.

Cerca de 90% de bauxita que é extraída é transformada em alumina através de refino, e essa, ao ser fundida transforma-se em alumínio.

Extração

Sabe-se que a bauxita tem outros elementos na sua composição, como por exemplo, sílica, titânia e óxido de ferro.

Esses outros elementos dentro do processo de produção de alumínio são denominados como impurezas.

É importante que esses elementos sejam removidos durante o processo de refino, pois a não retirada dos mesmos pode contaminar o alumínio durante o processo onde a alumina é fundida para a obtenção do alumínio.

Refinamento

O refino da bauxita pode ser feito através de métodos como o térmico, alcalino e ácido, esse processo possa por algumas etapas.

Na primeira etapa, a rocha bauxita passa pelo processo de tritura, é suspensa com uma solução de hidróxido de sódio, mais conhecido como soda cáustica.

Após esse processo é levada para tanques de pressão a partir de um bombeamento, onde esse minério passa por calor e pressão a vapor.

A soda caustica reage com alguns minerais da bauxita, chamados de aluminosos, que forma uma solução chamada de aluminato de sódio.

A lama vermelha, que nada mais é que as impurezas insolúveis, ficam em suspensão, onde são separadas no processo de clarificação.

Após a mistura ser submetida ao calor e pressão de vapor no tanque de pressão, ela passa por vários tanques específicos, os chamados tanques de sopro, para reduzir a pressão, até chegar ao nível de pressão atmosférica.

Terminada essa etapa, é iniciado o processo de separação da lama vermelha, do aluminato de sódio.

Algumas impurezas mais grosseiras, como a areia, são removidas a partir de um equipamento que retira esse material.

Já as impurezas mais finas são removidas através de filtros de pano, nos espessadores que contém uma adição de floculantes sintéticos.

Após a retirada da impureza, fica apenas a alumina dissolvida que é levada para precipitadores que aceleram a separação do cristal de alumínio.

Esses cristais de alumínio são lavados e levados para serem fundidos e lavados, tornando-se alumina e posteriormente alumínio.

Importância do alumínio

Por ser um metal versátil, ele pode ser utilizado em todos os segmentos, de forma que ele é extremamente importante para as indústrias e sociedade como um todo.

Além disso ele é um metal sustentável, pois é possível recicla-lo, o que torna o mesmo, um material que não agride muito o meio ambiente.

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

9 + 15 =