Como alavancar as vendas natalinas depois da Black Friday mais fraca

O Natal está cada vez mais próximo e, depois de uma temporada de vendas mais amenas na Black Friday, Rodrigo Garcia, diretor-executivo da Petina Soluções Digitais, lista dicas para lojistas recuperarem o lucro

São Paulo, dezembro de 2022 –  O final do ano é sempre um momento de grande expectativa para o varejo, uma vez que o período é marcado pelas festividades de final de ano, compras em alta e promoções. Assim como a Black Friday, a proximidade do Natal tende a impulsionar as vendas e o faturamento dos comércios.

De acordo com pesquisa recente da Nielsen|Ebit, a Black Friday – considerada a segunda principal data do varejo- neste ano registrou queda de 23% no lucro bruto dos e-commerces, em comparação com 2021. A sondagem aponta que o declínio das vendas pode influenciar nos hábitos de compra dos brasileiros nesse Natal. 

“Além da Copa do Mundo fora de época, que alterou a rotina, neste ano tivemos indicadores econômicos batendo recorde de inadimplência e contas atrasadas. Mesmo com os consumidores realizando suas compras no cartão de crédito, e parcelando os gastos, se eles não possuírem limite alto não conseguem adquirir todos os produtos desejados, impactando diretamente na conversão das vendas”, explica Rodrigo Garcia, diretor-executivo da Petina Soluções Digitais.

No entanto, para Garcia, as vendas natalinas terão  um impacto um pouco menor ou igual ao do ano passado. “A Black Friday é um evento em que se compra muito mais para consumo próprio. Já no Natal as pessoas pensam em adquirir presentes para a família e os amigos, por isso costumam investir mais nessa temporada’’, diz.

Pensando em ajudar os vendedores a alavancarem suas vendas neste Natal, Garcia listou algumas dicas:

Não ofereça descontos exagerados

Como as vendas na Black Friday deste ano não tiveram o volume esperado, muitos lojistas optam por reduzir os preços como uma tentativa de recuperar o percentual estipulado. “Essa pode ser uma estratégia perigosa se o vendedor agir no ‘calor do momento’ e não calcular corretamente os descontos, prejudicando o capital de giro da empresa”, alerta o diretor-executivo.

Estude os preços da concorrência

Uma boa pesquisa de mercado evita que o seu marketplace estipule preços discrepantes dos demais concorrentes. “É de extrema importância que o lojista saiba calcular e interpretar as ofertas, para que não sejam prejudicados neste momento tão importante para o lucro anual”, aconselha Garcia.

A precificação correta é fundamental para ir bem nas vendas, principalmente em datas estratégicas como o Natal. “Errar no preço atrapalha demais o lojista, pois cobrar demais pode fazer com que o produto em questão ‘encalhe’. Já exagerar no desconto diminui o lucro e cria risco para a sustentabilidade das transações”, explica.

Crie combos e kits temáticos

Outra medida indicada para potencializar as vendas neste período é criar combos e kits natalinos. “Como estamos bem perto do Natal, é interessante os lojistas pensarem em formatos diferenciados, como investir em kits de presentes – onde os compradores irão adquirir mais itens por um preço justo – e pensar em promoções vantajosas para os dois lados”, recomenda o especialista.

Invista na logística eficiente

Mais do que vender, em datas comemorativas como o Natal, é fundamental entregar o que se promete. “De nada adianta oferecer mil e uma promoções e, na hora H, o comprador terminar sem o presente que adquiriu. Isso gera frustração e uma péssima experiência de compra, causando impacto negativo para a reputação do e-commerce. Por isso, é indispensável contar com uma logística que funcione bem, para que o cliente receba o que comprou no prazo estipulado e em bom estado”, finaliza o executivo.

Sobre a Petina – Fundada em 2015, é pioneira na gestão de negócios online para indústrias e importadores em marketplaces nacionais e internacionais. Eleita dois anos consecutivos (2021 e 2022) de mentoria e gestão de marketplace pelo Mercado Livre e responsável pela estruturação das lojas oficiais dentro da plataforma como Nike, MyShoes, Chilli Beans, Reserva, Lacoste, Amaro (entre outras).

Mais Informações

Make Buzz Comunicação

Isabela Rocha

Celular: (11) 98344-1054

E-mail: [email protected]

Julia Calanca

Celular: (11) 95867-3371

E-mail: jcala[email protected]

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + dezessete =