4 dicas de como montar uma loja virtual e contratar a equipe certa

Cada vez mais pessoas estão interessadas em como montar uma loja online porque esse modelo pode ser muito vantajoso, sendo mais barato e rápido do que montar uma loja física.

Afinal, não há restrições para vendas online – visto que a plataforma pode funcionar 24h – e o limite para o sucesso é determinado, em grande parte, pelo cuidado com a plataforma e o desejo de crescer.

O tráfego da loja virtual também pode ser otimizado, alcançando pessoas em horários e locais diversos, mesmo que residam em locais mais distantes. Isso porque a via de circulação é a internet, ampliando as oportunidades de vendas.

Como você pode ver, há muitas razões pelas quais esse modelo de negócio é tão popular na atualidade.

Se você quer entender de forma mais profunda os motivos para isso, os desafios de um e-commerce e o que fazer para montar uma equipe competente, chegou ao texto certo!

Benefícios de investir em loja virtual

De acordo com pesquisas recentes, mais de 150 milhões de pessoas no Brasil têm acesso à Internet. Além disso, é confirmado que o uso da rede para fazer compras está aumentando.

Portanto, saber aproveitar esse momento tão promissor no Brasil certamente abre as portas para grandes negócios.

No entanto, se você precisar de um pouco de convencimento para identificar os benefícios de uma loja online, continue lendo.

Custos iniciais mais baixos

Encontrar o lugar certo para montar uma loja muitas vezes é um aborrecimento e, em alguns casos, exige um grande investimento.

No entanto, isso não acontece em um escritório virtual. Basta comprar um domínio, escolher uma boa plataforma de e-commerce, criar um layout confortável e funcional para seus usuários e oferecer diversas formas de pagamento.

Funcionamento contínuo

As lojas virtuais oferecem aos consumidores acesso 24 horas por dia. Com isso, eles podem encontrar e adquirir produtos sem sair de casa.

Com cada vez mais pessoas priorizando a facilidade de uso e compra, bem como a comodidade na entrega em horários mais amplos, é natural que o consumo online cresça.

Assim, é importante monitorar o comportamento do consumidor e capturar o momento para impulsionar as vendas.

Manutenção facilitada

As lojas virtuais não exigem um grande investimento para gerenciar a loja, como reformas ou necessidade de espaços diversos para atendimento, resultando em menores custos de infraestrutura. 

Além disso, o custo do aluguel de um prédio para montar uma loja física é muito maior do que o planejado para uma loja virtual. Portanto, os custos de manutenção também são menores.  

Acompanhamento em tempo real

Ao acessar a Internet, os usuários deixam alguns rastros. Em suma, é possível desvendar o caminho seguido e entender seu comportamento no mundo online. 

Com esse acompanhamento é possível aperfeiçoar o design da loja, as campanhas feitas e até criar promoções mais direcionadas.

Nesse sentido, o site de aluguel de empilhadeira é notificado quando um usuário clica em um anúncio e também informa em qual página ele se encontra. 

Essa análise facilita ver quais estratégias estão funcionando e quais precisam ser aprimoradas para alcançar resultados satisfatórios.

Os desafios do comércio virtual

Empreendedores se sentem atraídos pelas possibilidades oferecidas pelo mundo virtual e sonham com um e-commerce de sucesso.

No entanto, embora tenha muitas vantagens, é preciso lembrar que o universo digital também apresenta alguns desafios.

Por estarem sempre conectados, os novos compradores são mais seletivos e perspicazes sobre o tratamento que recebem de uma determinada empresa.

Nesse cenário, o preço deixa de ser um fator decisivo, o que automaticamente leva à necessidade de construir um bom relacionamento com o público em geral. Esse é um dos maiores obstáculos que o comércio eletrônico precisa superar.

Uma prática que possibilita o bom relacionamento com os clientes é fornecer conteúdo transparente e legítimo sobre banho de prata, no caso de empresas que trabalham com metais ou mesmo com acessórios, por exemplo, para ganhar a confiança dele.

Dicas para você iniciar um negócio com loja virtual

O processo de dar o pontapé inicial na gestão condominial online, assim como em qualquer segmento, necessita planejamento e cuidados.

Confira abaixo dicas e estratégias essenciais para se sair bem no meio digital.

Conheça o mercado digital

Vender em uma loja física é muito diferente de vender em uma loja online. Por isso, um fator que merece atenção nesse contexto é promover experiência e preços adequados para o produto nesse ambiente.

Para definir o valor e criar uma boa experiência na loja, existem alguns pontos a serem observados, como:

  • Custo de hospedagem do site;
  • Métodos de pagamento;
  • Despesas com a transportadora;
  • Tempo de compensação do pagamento;
  • Prazo para conferência de pagamento e envio do produto.

Isso não significa que as vendas online sejam mais caras do que as lojas físicas. Inclusive, na verdade, o processo tende a se tornar mais acessível. O que precisa ser compreendido é que o custo e a dinâmica são diferentes.

Conheça o cliente

A grande vantagem de vender pela internet é que você pode conhecer seus consumidores de forma mais prática.

Além disso, a proximidade pode ocorrer em diferentes canais. Por exemplo, você pode conversar com ele através de mensagens diretas e mídias sociais. 

Outra maneira de entender melhor seus clientes é olhar para os sites e redes sociais dos concorrentes.

Se sua loja tem concorrência com uma marca que está à venda online há muito tempo, veja os comentários dos consumidores e como você pode se destacar para atrair esse público, visto que a análise do comportamento e sentimento deles também será facilitado.

Isso ajudará você a obter algumas informações e entender melhor os hábitos de compra, bem como otimizar o processo de vendas e contatos.

Aplique estratégias de marketing

Investir em estratégias de marketing é essencial para o sucesso do e-commerce. Afinal, você precisa saber vender um produto ou serviço, divulgando seus benefícios, bem como a melhor forma de fazê-lo.

Ou seja, é preciso ser convincente o suficiente para garantir que a prostatectomia radical é de alta qualidade e fazer com que os potenciais clientes identifiquem que o serviço é realmente o melhor para sua necessidade.

Nesse contexto, uma grande vantagem da loja virtual é que a internet permite fazer testes. 

É possível exibir dois anúncios ao mesmo tempo e no mesmo período para analisar qual deles está impulsionando as vendas da sua empresa. Depois é só retirar do ar o que não dá bons resultados.

Esteja disponível no Marketplace

O Marketplace é uma plataforma com alto número de visitantes diários. Muitas pessoas compram por ele. Ou seja, não vender por esses canais é quase o mesmo que perder dinheiro.

Não só custa pouco vender nesses marketplaces, mas para alcançar pessoas inacessíveis nas redes sociais, por exemplo, normalmente você é cobrado apenas por uma porcentagem das vendas. 

Ou seja, a plataforma funciona como mais um canal de vendas em que os clientes podem comprar produtos.

O cliente gosta de ter mais de uma opção. Além disso, é importante que você possa alcançá-lo em diferentes plataformas, considerando que cada nicho do público-alvo pode estar em um canal ou se relacionar melhor com uma ferramenta, Isso promoverá mais oportunidades de vendas.

 Isso se aplica a vários aspectos, como plataformas de compras, opções de atendimento e pagamento. Então, colocar sua empresa em um Marketplace é sinônimo de vender mais e melhor.

Invista em atendimento omnichannel

Os serviços omnichannel são sistemas que integram todas as formas de serviços que uma empresa de tratamento de água tem, por exemplo.

Ou seja, esse formato permite que os clientes conversem com a empresa por meio de diversos canais de atendimento, como chat online, redes sociais, e-mail, telefone e até lojas físicas. 

Mas o mais importante é que esses sistemas permitem que você acompanhe todo o seu histórico de serviço em uma única plataforma.

Isso permite responder a todas as perguntas de clientes e demais interessados de forma rápida e eficiente.

A rapidez de resposta ajuda a atrair mais clientes, influencia decisões de compra positivamente, resolve problemas e tira dúvidas sobre laudos técnicos.

4 dicas para contratar a equipe certa

Um dos grandes benefícios da loja virtual é que até a equipe, ainda que muito importante, pode ser reduzida e mais direcionada para atividades cruciais.

Assim, além de contar com bom sistemas e atendimento, ter poucos e bons funcionários que pratiquem as dicas mencionadas e adotem a personalidade da marca para lidar com os clientes e promover os materiais é crucial.

Para selecionar o melhor candidato, o gestor precisa considerar vários fatores. A seguir você aprenderá o que deve valorizar e fazer para formar uma equipe de alto desempenho para lojas virtuais.

  1. Defina os perfis desejados

É importante definir o perfil profissional que se procura. Afinal, cada função exige certas habilidades.

Os membros de uma equipe de e-commerce devem estar familiarizados com marketing digital, ferramentas de automação e outras tecnologias, por exemplo.

É como atuar na administração de condomínios residenciais sem ser familiarizado com conceitos de imóveis. Sem esses conhecimentos prévios, o negócio não vai para frente.

  1. Capriche na descrição e divulgação da vaga

Deve-se tomar cuidado ao definir os salários para cada cargo e estilo de trabalho. Para atrair mais candidatos e criar um ambiente adequado, é importante proporcionar pagamentos à altura do mercado.

Evite contratar conhecidos. Lembre-se que todo negócio precisa de um profissional altamente qualificado para ter sucesso e ganhar longevidade e que as relações pessoais podem impactar na cobrança e destreza necessárias para o trabalho.

  1. Procure por pessoas capacitadas

A operação do e-commerce está se tornando cada vez mais específica, inclusive as relacionadas a softwares.

Atualmente, existem tecnologias para fazer a gestão logística, a gestão do estoque, armazenar dados de clientes e muito mais.

Nesse contexto, a falta de conhecimento prejudica o andamento das atividades e impacta a vantagem competitiva. 

Por isso, priorize profissionais que tenham cursos relacionados a e-commerce ou proporcione desenvolvimentos nesse contexto para que se mantenha sempre competitivo e atualizado. 

Lembre-se que a internet e as ferramentas mudam mais rapidamente.

Inclusive, com a expansão das vendas pela Internet, o número de universidades e instituições formando futuros profissionais de TI aumentou nos últimos anos devido à grande demanda do mercado. Aproveite!

  1. Considere a possibilidade de terceirizar

É preciso o esforço de todos para montar uma equipe de e-commerce. Isso inclui questões financeiras também. Logo, não surpreende que algumas lojas virtuais prefiram terceirizar sua mão de obra.

Por exemplo, você pode contratar um serviço de agência digital para atender às suas necessidades de marketing digital.

Elas contam com profissionais capacitados e familiarizados com o setor de e-commerce, a fim de implementar estratégias que produzam resultados. A terceirização da entrega dos produtos é outro aspecto muito comum nesse modelo de negócio.

Aqui estão os pontos centrais para começar uma loja virtual de forma profissionalizada e promissora! Prepare-se para investir e selecionar os melhores softwares e ferramentas, bem como os profissionais para acompanhá-lo nessa jornada.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Fique bem informado dos acontecimentos do dia dia e sobre assuntos que somente aqui são abordados e destrinchados para você leitor estar sem bem informado e consumindo conteúdo de qualidade em nosso portal de conteúdo. Seja bem vindo ao Jornal Agora Brasil e fique a vontade

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × quatro =